Trilhas para fazer no Rio de Janeiro

30 dez Viagem

por

É, amigos, mais um ano se despedindo… Todos nós passamos por momentos que preferimos esquecer e alguns que ficarão para sempre na memória. Se sofremos perdas, certamente também tivemos ganhos. E todo ano tem os seus altos e baixos que fazem parte da nossa trajetória. Chegou a época de refletirmos como 2015 nos modificou e o que faremos com os aprendizados que ele nos deixa de herança.

Nada melhor do que o contato com a natureza para essas reflexões. E o Rio, amigos, é a melhor cidade para isso! Desde suas praias e cachoeiras, seus diversos pontos turísticos com visuais de tirar o fôlego, e suas trilhas, que tanto caíram no gosto dos cariocas esse ano. Vou destacar duas que amei fazer e são ótimos cantinhos para sentir-se parte da natureza, saber o quão insignificantes somos perto da sua grandeza e agradecermos por estarmos numa cidade tão generosa nesse sentido. E, é claro, agradecer tambem mais um ano em nossas vidas, que pode não ter sido perfeito, mas foi do jeitinho que deu…

Subir o Morro Dois Irmãos pela primeira vez foi uma das experiências incríveis que guardo de 2015 e sugiro que todos façam pelo menos uma vez na vida! Gostei tanto que já fui duas vezes e já tenho a terceira programada. Com boa parte de mata fechada, da para fazer no calor, mas com essa sensação térmica de 55 graus, é imprescindível se hidratar muito ao longo do caminho. Quem não fez, pode acreditar, vale a pena cada minuto da subida.

É impagável, em certa altura, se deparar com São Conrado de um ângulo, subir mais um pouco dar de cara com o outro lado da Zona Sul. De lá, a Lagoa nos presenteia em formato de coração… É uma emoção incrível ver o Rio tão bonito, cercado de uma paz plena, tão difícil de sentirmos aqui embaixo… Estar ali é sentir-se perto de Deus e ter a certeza de que essa vida vale muito a pena, por mais obstáculos que ela apresente.

Outra trilha que acabei de fazer e também adorei, foi da Urca, que acaba no Morro da Urca – com direito a ver outra vista deslumbrante do Rio. A subida também tem a sua maior parte em mata fechada, mas por ali funcionários públicos já fizeram reparos que facilitam a subida, com escadas naturais, que servem inclusive para evitar a erosão do solo. O que mais me impressionou foi canto dos pássaros.

Em alguns momentos parece estarmos totalmente longe da cidade grande, num Rio prestes a ser descoberto. Uma sensação deliciosa. Ah, e se você tiver sorte, ainda vai esbarrar com a grande borboleta azul, aquela espécie das mais belas que existe, deixando seu rastro de cor pela verde mata…

Enfim, fica a minha dica de duas trilhas perfeitas para você se deixar levar e sair renovado para mais um ano que vem pela frente! Essa dica é válida para depois da virada, claro! Que 2016 seja repleto de paz, alegrias e amor para todos nós!
Por: Luli Garcia

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook

Instagram


Muitas das imagens que aparecem no site podem vir de fontes externas, ao menos que sejam creditadas. Se alguma imagem pertence a você, seja fotógrafo ou detenha os direitos de uso e deseja a remoção do site BOSSAME.COM.BR, favor entrar em CONTATO, que prontamente retiraremos do ar. Obrigada.