NYC: Eataly

20 abr Viagem

por

Nova York é sem dúvida o lugar certo para experimentar! É lá onde você encontra de tudo e de todas as partes do mundo. E a Itália está presente na Big Apple. Não me refiro a Little Italy ou qualquer bairro de imigrantes italianos, mas o melhor pedaço do país em NYC, é sem duvida o Eataly!

O Eataly é mais que um empreendimento gastronômico. O proprietário, Mario Batali (já conhecido aqui no blog) fundiu uma ideia de mercado com alguns pequenos restaurantes de especialidades diferentes (cafeteria, gelateria, bar, etc). Desde que abriu, em agosto de 2010, o local se tornou uma atração túristica.

Em uma das entradas, a da Fifth Avenue, ficam a cafeteria, a gelateria (que tem o melhor sorvete de pistachio e de caramelo com sal em NY!), além da pasticceria, onde você encontra o rei do tiramisu, que de fato é incrivel!

A variedade de queijos e presuntos é enorme. Eles exportam diretamente da Itália com um super padrão de qualidade. O mesmo vale para o mercado: as massas frescas, pães, pizzas, utensílios de cozinha e a livraria exclusiva dos chefes americanos e italianos que estão envolvidos com a casa.

 Os restaurantes,  servem pratos diferentes, mas em todos, o principal é quase sempre massa. Você pode optar por uma salada, carnes ou frutos do mar. Dica: o restaurante Manzo é um dos mais tradicionais.

O diferencial do Eataly é que ao contrario da maioria dos restaurantes em Nova York, esperar não é um problema. Enquanto a sua vez na fila (é longa!) não chega, a melhor coisa é ver a infinidade de produtos, acompanhado com de vinho – outra especialidade da casa.

Mesmo no meio de caviar e muita trufa, lá é o lugar ideal pra um happy hour. Você pode optar por ficar em uma das mesas altas, bem descoladas com um menu de queijos e presuntos e uma carta de vinhos. Mas esse tipo de bebida não é a sua praia, também tem birreria no rooftop. A ideia ali é saborear as cervejas da casa e o melhor da comida italiana rústica, olhando os tanques de cobre para fermentação e armazenamento de bebidas que serão oferecidas em cardápio rotativo. Ah, eles fecham essa parte no inverno!

Se ainda te restar fome, uma opção que só o Eataly tem: as compras do mercado podem ser preparadas por um dos chefs sem cobrança adicional.

E se você, assim como eu, não quer sair do Eataly, a La Scuola Di Eataly te prende lá por mais algumas horas ou dias, dependendo do curso.

No Brasil, esse tipo de mercado está em plena expansão. A Casa Santa Luzia, em São Paulo e, no Rio de Janeiro, o Lorenzo Bistrô oferecem serviços parecidos.

Colaborou nesta matéria: Joaquim Fernandes
Fotos: Arquivo pessoal / Reprodução

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook

Instagram


Muitas das imagens que aparecem no site podem vir de fontes externas, ao menos que sejam creditadas. Se alguma imagem pertence a você, seja fotógrafo ou detenha os direitos de uso e deseja a remoção do site BOSSAME.COM.BR, favor entrar em CONTATO, que prontamente retiraremos do ar. Obrigada.