Brunch em Nova York

27 set Viagem

por

“Marcar um brunch” é algo que faz parte do dia a dia dos nova-iorquinos. Brunch significa “breakfast + lunch“, é a refeição que combina o café da amanhã com o almoço. O cardápio não foge muito de itens como ovos, waffle, panquecas, frios e saladas. Geralmente, para acompanhar, muitos chás e drinks com ou sem álcool, como Bloody Mary e Mimosa.

Neste mês, fui com duas amigas que moram há anos em Manhattan, a dois lugares típicos para um perfeito brunch. Como setembro ainda não está frio e também não está aquele calor de verão, deu para curtir muito o clima nos finais de semana de sol.

O primeiro se chama Extra Virgin e já existe há mais de 3 anos, mas continua sendo hotspot na cidade e não é típico de turistas. Restaurante cool, com gente bacana e boa comida, que fica localizado em West Village, bairro boêmio de Manhattan, repleto de bares, restaurantes e galerias de arte.

Geralmente tem fila de espera. Nesse dia, eu e Cristiana Andrade Zadeyan, ficamos 40 minutos, mas não foi sacrificante. Num dia de sol é uma delícia ficar na varanda vendo o movimento. A rua vira um ponto de encontro dos nova-iorquinos descolados, inevitavelmente é um lugar para ver, ser visto e até esbarrar com celebs.

Comida mediterrânea saudável, temperos e ervas frescas e, como o nome já diz, azeites de todos os lugares do mundo fazem parte do menu. Eu optei pelo Eggs Benedict com Salmon, que custa $14, mas tem várias outras opções deliciosas. Chás e limonadas custam $3, e drinks com álcool custam $10.

Endereço: 259 West 4th Street, NYC.
Tel.: +1 (212) 691 4512

Cris e eu

O segundo é o Cookshop, que eu fui com a minha querida amiga Gisella Lemos, que é editora da Teen Vogue e sempre sabe de lugares legais. Ah! Ela já esteve no Na Bossa. O restaurante fica no bairro Chelsea e tem um estilo diferente do Extra Virgin. Por lá, você encontra muitas famílias com crianças e um público mais descontraído, com o objetivo principal de relaxar e comer bem.

No menu bem americano, muitos sanduíches e foco na disponibilidade dos alimentos da época, com ingredientes sustentáveis e o apoio dos agricultores e artesãos locais. Pratos grelhados sob os cuidados dos chefs Marc Meyer e Andrew Corrigan e sobremesas com criação da chef Amanda Cook.

Eu não achei o cardapio muito light, inclusive “sai da linha” e optei pelo Smoked Turkey Sandwich, que vem com batatas fritas e custa $16, foi irresistível! Drinks não alcoólicos estão na média de $4 e alcoólicos $10.

Endereço: 156 10th Avenue, NYC.
Tel: +1 (212) 924-4440

Gisella e eu

Minha amiga querida Gisella

Para quem estiver em Nova York, vale a visita a esses dois lugares. Entregue-se à cultura local e curta o seu brunch como um nova-iorquino!

Fotos: BossaMe

Compartilhe esse post

Comentários 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook

Instagram


Muitas das imagens que aparecem no site podem vir de fontes externas, ao menos que sejam creditadas. Se alguma imagem pertence a você, seja fotógrafo ou detenha os direitos de uso e deseja a remoção do site BOSSAME.COM.BR, favor entrar em CONTATO, que prontamente retiraremos do ar. Obrigada.